Celebração do Jubileu de Ir M. Assuntina, Ir M. Silvania e Ir M. Marlene

“Que poderei retribuir ao Senhor Deus por tudo aquilo que Ele fez em meu favor? Salmo 115.
“Cantarei eternamente as maravilhas do Senhor” Salmo 89,2

É este o maior louvor e ação de graça, que se pode expressar diante do dom imenso dos 70 anos de vida Religiosa Consagrada Ursulina de Ir M. Assuntina Mastrovincenzo e os 25 anos de vida Religiosa Consagrada Ursulina de Ir M. Silvania Fátima Golfetto e de Ir M. Marlene Rodrigues. Assim como nas frases forças escolhidas pelas nossas irmãs, como nos lembrava no dia da celebração do jubileu, Padre Fábio de Moraes, são de fato uma unida ao outro. “O que se pode retribuir ao Senhor, por tudo que Ele faz e fez em favor de cada pessoa humana, Filho de Deus?” A resposta que é: “cantarei eternamente as maravilhas do Senhor”. É essa a atitude que caracteriza a vida de nossas irmãs. Ação de graças pelo amor de predileção de Deus, que as escolheu, chamou e enviou.

080221-celebracao-jubiladas-05.jpg

No dia 27 de janeiro, data tão importante para todas as Ursulinas, Dia de Santa Ângela Mérici, celebrou-se o jubileu de nossas irmãs. O Sim generoso e confiante dado por esta grande santa ao projeto da Trindade, foi exemplo de fidelidade e de sim generoso para Ir Mª Assuntina, Ir Mª Silvania e Ir Mª Marlene, nestes 70 e 25 anos de Vida Religiosa Consagrada Ursulina. Foi o Espírito Santo quem conduziu e continua conduzindo as suas vidas, fecundando o coração de cada uma para serem também elas esposas de Cristo, irmãs, mães espirituais, zelosas apóstolas e discípulas missionárias.

Somos imensamente agradecidos ao Bom Deus por este dom tão precioso. Pelo testemunho de fidelidade e confiança dado a nós pelas nossas irmãs. Elevamos a nossa voz para cantar as maravilhas que o Senhor tem realizado em suas vidas. Nesse canto de gratidão, agradecemos a todas as pessoas que fizeram e fazem parte de suas vidas: As Imãs Ursulinas Filhas de Maria Imaculada, seus familiares, amigos de perto e de longo e todas as pessoas que passaram que um dia passaram por suas vidas, deixando um pouco de si e levando consigo o bom perfume do Evangelho. Em tempos atuais onde tudo parece não ser para sempre, celebrar ação de graças por todos estes anos de Vida Consagrada, é dizer ao mundo que é possível perseverar no Amor.

O Senhor não abandona quem à Ele se confia. Essa é a certeza que acompanhou nossas irmãs, e quer também ainda hoje, impulsionar mais jovens para o seguimento disponível ao Senhor, não tendo medo de confiar em Deus, sabendo que Ele pode de fato fazer grandes coisas. Nisto está a verdadeira felicidade.

Vale a pena seguir o Senhor, “seu amor e a sua fidelidade são eternas”.  

 

Pensamento do dia:

Seja fiel a Deus nas pequenas coisas.

(Bv. Pe. Zefirino Agostini)