Retiro: uma oportunidade de encontro com o Amado

Contemplar o rosto feminino da Vida Religiosa Consagrada, valorizando ministérios e carismas.

De 22 a 27 de julho de 2021, as comunidades do CEIC - Barra do Garças e da Casa da Fraternidade - Pontal do Araguaia, estiveram reunidas para vivenciar o Retiro Espiritual na modalidade online. A atividade foi promovida pela CRB de São Paulo, uma oportunidade nova em tempos difíceis de pandemia. Fomos motivadas pelas pregadoras do Retiro, a “contemplar o rosto feminino da Vida Religiosa Consagrada, valorizando ministérios e carismas”. 

O retiro é sempre uma oportunidade de parada, de reordenar a vida, voltar as razões de nossa existência, um encontro com o Senhor: “o Amado”. Nós fomos motivadas a contemplar o rosto de algumas mulheres na Bíblia, partindo de Maria Madalena, acompanhamos as mulheres que na manhã da Ressurreição vão ao sepulcro e encontram o Ressuscitado vivo. A experiência da amizade que Jesus viveu com Marta, Maria e Lazaro e a mesa da partilha, na multiplicação dos pães.  Acompanhamos também algumas mulheres do Antigo Testamento que inspiram nossa vida diante dos desafios atuais: Miriam, Ana, Debora, Judite, Noemi e Rute.

Todas essas mulheres no tempo em que viveram foram corajosas, atentas, sensíveis, cuidadoras da vida. Não ficaram presas ao medo e aos desafios que a vida de seu tempo lhes oferecia. O que elas fizeram foi grande. Em uma sociedade patriarcal entraram para a história e fizeram a diferença. Hoje tantas mulheres em nosso tempo, também fazem a diferença, cuidando da vida e dando, se preciso for a própria vida, por quem amam. O amor vem de Deus, em cada gesto de amor vivido encontramos a sua face.

Nós Irmãs Ursulinas Filhas de Maria Imaculada temos essa missão de cuidar da vida de modo especial da juventude feminina e das mulheres. Assim como as mulheres com as quais rezamos precisamos de coragem, ousadia, determinação, mas sobretudo muita fé. A missão não se faz sozinhas e nem para si próprias, ela só tem sentido porque é para os outros. Dar a vida, eis o segredo da felicidade. Uma lógica completamente diferente, impossível de compreender aos olhos do mundo, compreensível somente dentro de uma relação de amor. Quem encontrou o amor é capaz de dar a vida por Ele.

Por isso, Ele nos chama hoje a ser “Apóstolas do Amor”, “Testemunhas da Ressureição”, capazes de levar a esperança onde reina o desespero e a insegurança. Mas isso nunca sozinhas, mas em comunidade e na força da oração e da comunhão com Aquele que é a razão do nosso existir: Deus. Temos uma grande missão.  A pandemia não nos pode tirar a esperança, pois o Senhor está ao nosso lado e nos fortalece. Não tenhamos medo de amar, o Senhor conta com o nosso sim de cada dia. “Somos presente de Deus para os irmãos, presente de amor, para Aquele que é o amor”.

Ir Adriane Pott

Pensamento do dia:

Deus te conceda a graça de converter-te a Ele de todo o coração.

(Bv. Pe. Zefirino Agostini)